Mercado pet traz oportunidades de expansão para varejistas

Dados indicam forte crescimento e apontam nichos que devem se destacar em 2024

O mercado brasileiro voltado aos animais de estimação (pets) vem apresentando um crescimento vigoroso, com tendência crescente de “humanização” no tratamento dos pets, impulsionando a expansão em áreas como alimentação, acessórios e serviços especializados. O Brasil é o terceiro maior em população total de animais de estimação, segundo a Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), com 168 milhões de pets, e já conquistou a 6ª posição no ranking de faturamento mundial da indústria (comidas, acessórios e medicamentos veterinários). 

E a diversidade do setor segue em evolução no país. Segundo a Euromonitor, em 2022, o país contava com 168 milhões de pets, incluindo 68 milhões de cachorros, 42 milhões de aves, 34 milhões de gatos, 22 milhões de peixes ornamentais e 2 milhões de outros animais, como coelhos e roedores.   

A projeção é de continuidade no crescimento, consolidando o setor como um todo como um dos mais promissores para o varejo nos próximos anos. Como exemplo, dados da Mordor Intelligence estimam o mercado de alimentos para pets no Brasil em US$ 9,37 bilhões em 2024, com projeção de atingir US$ 17 bilhões até 2029. 

Adaptação do comércio 

Com a mudança no comportamento do consumidor, que cada vez mais vê seus animais domésticos como membros da família, marketplaces como Amazon, Mercado Livre e Shopee expandiram suas categorias de produtos, enquanto lojas físicas investem em experiências de compra diferenciadas. A Estoquee, fornecedora de produtos multicategoria para pets, atende desde atacadistas até lojas online. Lincoln Eloy, Diretor Comercial da empresa, observa um aumento expressivo na procura por produtos do nicho pet care nos últimos meses, indicando que os varejistas buscam novidades que atendam às expectativas dos consumidores pelo conforto de seus bichinhos. 

Para além da alimentação 

O bem-estar animal é uma preocupação central dos tutores, responsáveis pela alta demanda por produtos que promovem a saúde física e mental dos bichos, como acessórios, cuidados, medicações e serviços gerais. Isso mostra que o mercado está evoluindo para não apenas atender às necessidades básicas dos animais domésticos, mas também para melhorar suas vidas. O relatório Macrotendências 2023-2024 – Mercado Pet aponta para oportunidades de crescimento neste mercado, indicando subnichos que poderão ser cada vez mais competitivos. 

Marketing digital 

No varejo, a inovação tecnológica e as estratégias de marketing digital são fundamentais para alcançar diferentes públicos, utilizando redes sociais, influenciadores digitais e plataformas de e-commerce para criar conexões fortes com os consumidores. 

Em resumo, as oportunidades para os varejistas no mercado pet brasileiro são vastas e promissoras. Tem potencial para prosperar neste mercado dinâmico aqueles que investirem em qualidade e no atendimento às necessidades dos consumidores.

Sobre a Estoquee — Empresa B2B voltada ao varejo e atacado de produtos multicategoria. Localizada em São Paulo (SP) e Jandira (SP), atende vendedores de lojas físicas, online e marketplaces. Ela faz parte do Grupo Centex, que atua na cadeia de suprimentos internacional de armazenamento e logística expressa, com mais de 20 anos de experiência no mercado brasileiro. A Estoquee oferece milhares de produtos de qualidade em categorias como Ferramentas, Fitness, Lazer, Escritório, Pet, Casa e mais, com preços competitivos e entrega rápida, sendo a parceira ideal para quem quer prosperar no varejo e ter altas margens de lucro. Mais informações podem ser acessadas em www.estoquee.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha Plus loading…